Área de tribunais

 

A sugestão de Lia Salgado é que os candidatos comecem estudando português, direito constitucional e direito administrativo, que caem em todos os concursos. "Se for possível começar com o pacote inicial completo, inclua também informática e raciocínio lógico com pontos de matemática, que não caem em todos, mas constam em muitos editais", explica.

Depois de sedimentado o primeiro grupo, Lia afirma que os candidatos devem incluir outras matérias, conforme o tribunal que deseje. Disciplinas como gestão de pessoas e de recursos materiais, arquivologia, administração financeira e orçamentária, administração pública, direito civil, processo civil, direito penal, processo penal podem aparecer em diversos concursos, segundo a especialista.

"As matérias específicas mesmo, só mais perto do edital", diz.